Dica de Leitura: Fotografia de casamento Fine Art

A fotografia de casamento é um mercado que nos últimos anos atraiu muitos fotógrafos por ser um ramo altamente lucrativo. Esse momento de novos fotógrafos na área foi bom e ruim para o mercado: bom porque trouxe um frescor e novas ideias; ruim porque aumentou a competição entre os fotógrafos e caiu aos padrões de qualidade. Mas hoje vamos nos focar no lado bom da coisa toda…

01

Para você perceber a evolução da fotografia de casamento, compare um álbum de 15 anos atrás com um álbum produzido nos dias de hoje. A diferença é gritante! As fotos eram posadas, com aparência rígida, muito diferente do que vemos atualmente. Esse movimento espontâneo na fotografia de casamento se deu pela influência direta de grandes mestres do fotojornalismo, como Henri Cartier-Bresson, Alfred Eisenstaedt, Robert Capa, Margaret Bouker-White e W. Eugene Smith.
A grande aposta do profissional de casamento é apresentar ao seu cliente este estilo de fotografia, onde a intervenção do fotógrafo é quase zero. Dentro deste nicho da fotografia de casamento baseado no estilo fotojornalismo, outro fotógrafo inovou um pouco mais: Jose Villa apresentou aos seus clientes a combinação entre fine art e vida real.

Enquanto alguns profissionais se afastavam da cena para fotografar no melhor estilo fotojornalismo, Jose queria estar na cena, queria se aproximar e produzir imagens com uma visão única. Ele ficava em busca de movimento, vida e emoção, o que deixava suas imagens sempre com um toque de arte. E bem diferente de seus colegas, Jose optou em trabalhar no analógico; possui uma Contax 645 com filme de médio formato.

02
03

Contando sua história e seus segredos para iniciar neste mercado da fotografia de casamento apresentando algo para surpreender seus clientes, o livro “Fotografia de Casamento Fine Art” apresenta um estilo de fotografia que tem uma relação muito próxima com o design. Jose trabalha muito a questão da criação das imagens. Fotografar Fine Art não é capturar uma imagem, e sim produzi-la, ter um conjunto de imagens artísticas coerentes com estilo próprio.

Sem segredos, o início do livro já começa contando “o que tem na minha bolsa de equipamento?”. O que muitos fotógrafos escondem como segredo de estado, Jose revela sem censura, firmando que não podemos nos limitar ao equipamento que temos. O segredo de produzir lindas imagens não está no equipamento que você carrega na bolsa, mas na sua criatividade de extrair o melhor do que você tem.

04
05
06
O livro é dividido em três partes: 1ª, O método fine art; 2ª, Os estágios do dia; e 3ª; O negócio da fotografia de casamento fine art. Dentro dessas três partes, o fotógrafo aborda com clareza temas importantes como: exposição, cor, direção, composição, roteiro do dia do casamento e mercado.

O livro é muito bem desenvolvido, possui uma diagramação trabalhada com cores e tipografia agradáveis aos olhos. As fotos trazem na legenda a descrição de equipamento e como foram produzidas. Além do conteúdo de qualidade que o livro traz, as páginas são bem bonitas. Eu sempre digo que tão importante quanto o conteúdo é sua apresentação.

“Fotografia de casamento fine art” é um livro para o fotógrafo que quer subir alguns degraus na qualidade de seu trabalho e se destacar entre os infinitos fotógrafos medianos que estão por aí. Faça da sua fotografia uma obra de arte! Produza imagens com coesão, consistência, cor e qualidade. Destaque-se na multidão, seja contratado pelo seu diferencial!

Para comprar: www.lojaphotos.com.br
Edição: 1ª
Páginas: 160
Formato: 20×24 cm
Idioma: Português
Editora: Photos
Ano de Lançamento: 2013

07

Fonte: Fotografe uma Idéia

 

 

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Este post 0 Comentários

Deixe uma mensagem


Email
Print